Foto: Lema da unidade
Foto: Foto da unidade da Polícia Militar de Santa Catarina
Notícias
Cidadão
Unidades
Boletim de Ocorrência
Denúncia
Bem-Te-Vi

PMSC e CDL realizam projeto de Segurança conjunto na Capital


A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), através do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em parceria com a Câmara de Diretores Logistas de Florianópolis (CDL de Florianópolis), lançaram na terça-feira, 9, a campanha “Segurança Pública” que conta com três pilares, tendo como o primeiro foco o da segurança no comércio.

Com o intuito de instruir os comerciantes e a sociedade em geral com relação aos aspectos de segurança no comércio, pessoal e residencial, o trabalho de conscientização lançado, estende-se para toda a sociedade. Posteriormente, serão lançados os projetos para ajudar na segurança pessoal e na segurança residencial dos cidadãos florianopolitanos.

Desta primeira etapa faz parte o lançamento da terceira “Cartilha Cidadã – Segurança no Comércio”, disponível aqui e no site da CDL de Florianópolis para download. Com conteúdo interativo, a cartilha apresenta recomendações importantes como a vigilância no comércio, ambiente externo, controle de acesso de entradas e saídas e ampliação da rede da vizinhança solidária. Além do livreto, o 4º BPM promoverá um ciclo de palestras afim de orientar às pessoas.

Segundo o Comandante do 4º BPM, tenente-coronel Dhiogo Cidral de Lima, a PMSC tem preocupação com a cidade e o comércio e, acredita, que com a parceria com o CDL será possível melhorar ainda mais a segurança patrimonial e pessoal. “Assim como a cartilha, faremos palestras com os comerciantes a fim de transmitir a todos os interessados, formas de prevenir e garantir a segurança nos espaços”, completa Cidral.

O comandante-geral da PMSC, coronel Marcelo Pontes, afirmou que esta ação realizada pelo 4º BPM da Capital, servirá como exemplo para todo o Estado. “Aproveitaremos esse trabalho como base para que possamos nos demais batalhões da corporação, possamos realizar esse trabalho organizado com as instituições de classes de cada localidade”, completou.